VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

domingo, 3 de outubro de 2010

MULHER

Quem é você mulher?
Que lentamente, sorrateiramente...
Como quem nada quer,
vai povoando meus pensamentos
ocupando meu coração.

Mulher com jeito inocente
com pureza e magia no olhar...
Qual uma feiticeira me encanta,
como néctar dos deuses me embriaga!
Como não pensar em você com amor?
Como não ter pensamentos apaixonados?
Como não ter devaneios de paixão?

Como não pensar... Como?
Como ser só amigo?
Se o ar que respiro é o mesmo que te envolve.
Se os raios de sol que me aquecem,
são os mesmos que esquentam teu corpo escultural!
Se as noites com seu manto cobrem seu corpo...
Se o luar e as estrelas iluminam seus passos.

Como posso eu, um simples mortal,
Deixar de amá-la, adorá-la?
Se tudo isso é vida!
Se você é vida!
Permita que dela faça parte.
E só assim poderei viver.
E viver somente para amá-la!


©Luís Carlos Mordegane

in Eu, Um Velho Menino; Ed. P.Az, 2004.
Postar um comentário