VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

domingo, 2 de outubro de 2011

ELAS SÃO COMO ROSAS



Escritoras,
Poetisas,
Autoras,
Cada um dá-se um nome
O que importa é que elas
São como as rosas, têm seu brilho próprio,
Tem sua beleza singular
Como a música de um piano a tocar...
Têm sintonia no que escreve,
As palavras caem no papel
Como se fossem gotas de chuva
Numa tarde de verão,
São passageiras e suaves
Mas deixam suas marcas,
Finas como um raio de sol
No arco-íris do fim do dia.
Quando seus textos terminam
Pode se ver a beleza invisível
Que só o coração reconhece
E poucos conseguem enxergam a essência
De cada palavra que ali pousou no papel,
Como se fosse uma andorinha
Dando sua volta em pleno céu azul
Mas, quem consegue contemplar sua beleza
São agraciados com suas escritas.

Maria Bonita e Poesia

Postar um comentário