VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

sábado, 24 de julho de 2010

ÉS A MINHA MULHER E EU SOU O TEU HOMEM...




ÉS A MINHA MULHER E EU SOU O TEU HOMEM...



Novamente o amor cala as nossas bocas,
Que loucas apenas murmuram
Palavras de amor, e de desejos, e de paixão...
Novamente o amor embaralha nossos corpos,
Que rolam juntos pela cama...
Que se consomem com gana,
Como se nem houvesse mais tempo,
Um minuto sequer, a mais em nossas vidas!
Novamente o sabor de teus lábios,
Em minha boca!
Em minha boca, novamente o sabor da fruta madura,
Que trazes em seu corpo!
E você, sem pudor e sem medo,
Colhe entre os dedos, do meu fruto,
E o consome! Inteiro e rijo,
A dissolver-se entre teus lábios...
E novamente, nada mais importa;
És a minha mulher e eu sou o teu homem...
E nossas bocas consomem,
Pescoços, orelhas, dorso e colo...
E novamente, nada mais importa;
És a minha mulher e eu sou o teu homem...


Edvaldo Rosa
www.sacpaixao.net
20/06/2010
Postar um comentário