VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

segunda-feira, 16 de março de 2015

Tá afim de um romance, compre um livro!



Tá afim de um romance, compre um livro!
Assim.... naturalmente com a maior cara de pau ele me diz isso, amiga.... Ouço no telefone minha amiga em prantos a dizer as 11:45 da noite. Me espreguiço no sofá, meio sonolenta, e respondo "eh baby a coisa tá feia então..." ela chora mais ainda com aquelas frases melancólicas que só os apaixonados entendem e falam!

Juro que pesa minha consciência por alguns instantes, por dizer palavras tão rudes para uma amiga apaixonada -  porque nunca a vi tão desesperada assim, eu que acompanhei aquele amor louco da Juh e Bruno por anos e agora vem esse bláblá tudo pra ele dizer "eu não te amo mais."
 O instante se prolonga e a culpa desaparece com minha frase, mais do que realista - foi melhor baby assim, vocês brigavam muito, melhor cada um seguir sua estrada sozinhos.

É fácil falar quando você não tá na pele do outro (não é verdade) .

Gente, nunca vi mulher apaixonada desabar tanto quanto a Juh, quando foi a vez do Nelsinho ela tirou de letra o fim do relacionamento (risos) arrumou as trouxas dele e esperou-o sentada no sofá dizendo "limpe o trecho da minha casa" é claro depois ela chorou, queria arrancar os cabelos ruivos que ficam tão bem naquela carinha quando chora, ela fica cor-de- rosa quando chora (risos) e depois me chama para "afogar as mágoas" num copo de vinho - eu como uma boa amiga, "entorto o caneco com ela" bebendo um pouco com água (sem ela perceber eh claro!)  porque não sou de ferro e hoje ainda é quinta-feira  e amanhã tem trabalho. E Juh simplesmente tá de férias em pleno mês de Março. Eu, pobre de mim, pulo cedo que nem pipoca na panela pra pegar o "busão" e o metrô.

Acho que o tempo vai deixando (nós) as mulheres mais sensíveis e choronas.
Termino a noite, colocando ela no sofá, agarrada com seu ursinho de pelúcia e um bilhete carinhoso dizendo""Amanhã é um novo dia, sorria e vai ser feliz". E vou pra casa com a sensação de ter ajudado uma amiga mais uma vez.

Maria Jeremias Santos



Postar um comentário