VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

domingo, 10 de maio de 2015

Mãe...Meu coração chora, sinto-o apertado...


Ah! mãe, quanta falta sinto... Principalmente do seu apoio, do seu ombro, sempre amigo para me encostar. De seus braços que envolventes, me abraçavam. 
Seus carinhos,  guardo-os na memória.


Tem dia que sinto sua presença, em qualquer objeto que pego.
 Ou nas nuvens que vejo pela janela.
 Penso que pode estar ali, naquela, a me espiar pensando que não a vejo.


Meu coração chora, sinto-o apertado. Hoje é seu aniversário. 
Aqui todos vão se lembrar. Vamos enfeitar sua morada tão gelada com flores, 
carinho e muito amor. 
Lágrimas, com certeza, orações.
 Tudo que uma mãe como a senhora merece receber.
 Pedirei aos pássaros que passarem lá por perto. 
Que cantem em sua morada, mãe querida.
 E que o sol esquente todo teu cantinho.
E que o calor chegue até lá embaixo.

Maria Jeremias Santos
Postar um comentário